domingo, 3 de outubro de 2010

A menina que sonhava agora é mulher que deseja.


O que já não tenho de menina são os sonhos que não realizei, alguns porque não consegui, mas em grande parte mudei quase todos os planos de antes. Meninas sonham com castelos que não precisam de nada material, a substância dos castelos que sonhava para meu futuro estavam na ternura que eu via no olhar dos adultos em minha direção. Na infância não sabemos que a ternura no olhar do outro é nossa, achamos que o encanto que os seus sorrisos e olhares são reflexo da vida feliz que levam. Então eu achava que guardava a felicidade para depois, para os vinte e poucos anos.
Aos vinte e poucos anos volto à minha infância para ter algum contato com a felicidade. O que tenho de mulher é a astúcia de saber que o olhar do outro lançados a mim é reflexo de como eu me faço ver. Então, eu me faço sonho do outro, me faço a substância dos sonhos dele, mas assim que me toca e realiza alguma coisa de felicidade pensa que felicidade mesmo é ser sonho meu.

A menina de olhos abertos sou eu quando volto a me encontrar nos olhos ternos de alguém. A mulher de olhos fechados sente no toque cada segundo de vida, aguça a audição sentindo a respiração ofegante de alguém e é feliz quando sabe que é mais vida inspirando vida. Sempre a mesma, passado e presente se fundem na breve sensação de contato com a felicidade.
O defeito da menina era acreditar em tudo, o da mulher é precisar acreditar em alguma coisa. A menina sem saber era feliz sem querer participar a felicidade de outro, e assim o fazia naturalmente. A mulher algumas vezes necessita da consciência de ser parte da felicidade de alguém e acaba não sendo, porque felicidade não se pensa, é fazer, é ser... 
A menina fugia sempre que sentia medo, a mulher simplesmente deixa o que teme ir embora, sair de dentro. Porque qualquer coisa que nos fazem sentir está dentro de nós, o amor ou o medo é um lugar dentro de nós. Mas o amor mesmo é tão insistente quanto inovador. Já o medo, o medo é sempre o mesmo, da mesma coisa, da mesma dor. A mulher que sabe ser reflexo se inspira em novos olhares, não insiste em olhares turvos nos quais não se possa ver. A melhor sensação de felicidade é saber que a felicidade nos olhos do outro é a sua própria, e que o melhor sonho do mundo é planejar morar em tal olhar. Morar em um olhar que se faz para mim castelos, que me faz princesa... percorrer corredores de olhos fechados dominando cada pedacinho com o toque, com o tato, com o cheiro... receber ao ouvido pedidos de súdito e honrarias de rei.
Eis um sonho que se sonha em contato com a realidade, que não se anulam mas se completam.
O que eu não tenho mais de menina é a esperança de felicidade. O que eu tenho de mulher é a felicidade a cada nova esperança.

"Te amo desde o primeiro dia em que te vi, e faz tempo eu te buscava e já te imaginava assim. Te amo e nem quero tentar entender, o desejo que eu sinto é mais do que palavras. "
(Biafra)

28 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Bonito esse texto! Todas nós nos sentimos meio assim!

Beijocas

Wanderley Elian Lima disse...

Vivendo uma dualidade menina/mulher. O importante é saber administrar as duas personalidades.
Bjux

Ives disse...

Olá, lindo, abraços

Zil Mar disse...

Adorei seu texto!

Lindo e qtas verdades!

belo demais seu post!

deixo pra vc:
"..e eu digo o tempo todo:o teu ser é conjunto do meu,assim adoçamos nossas vidas..."
Caio Fernando de Abreu

bjos!
Zil

Maria José disse...

Olá amiga. Belo texto. No fundo, carregamos um pouco da personalidade menina dentro de nós. Isso nos motiva e não deixamos de ser mulheres. Beijos e ótima semana.

Solange disse...

Juci,

gostei de ter vindo por aqui...

e acho que nós, mulheres, vivemos eternamente tentendo compreender a diferença entre o ontem e o hoje... e você escreveu lindamente a respeito !

mas, a esperança da felicidade, esta a gente não deve perder nunca...

beijo

Ana Paula disse...

Amei! Falou bonito sobre grandes verdades...

"O que eu não tenho mais de menina é a esperança de felicidade. O que eu tenho de mulher é a felicidade a cada nova esperança."

Adorei essa frase. Você tem muita criatividade, amei como expressa suas reflexões sobre a vida, sobre o amor, sobre os tempos de menina e a vida de adulta.

;*

http://caixinha-de-tudo.blogspot.com/

*lua* disse...

"Na infância não sabemos que a ternura no olhar do outro é nossa, achamos que o encanto que os seus sorrisos e olhares são reflexo da vida feliz que levam. Então eu achava que guardava a felicidade para depois, para os vinte e poucos anos."

Juci que doçura de reflexão!!!

Biafra, nossa que lembrança gostosa da minha infância! Beijo flor

Babi disse...

"grande menina, pequena mulher". Ótimo texto.
=*

so sad disse...

dentro da mulher ainda mora a menina que sonhava.
beijo!

Marcos Almeida disse...

Posso garantir que a menina é um doce de pessoa e mora dentro da mulher que é um amor.

Danny disse...

Ola Linda
Vim agradecer sua visita no meu blog.
Adorei o texto.
Já estou te seguindo.
Desejo uma ótima semana.Beijocas

Valéria Sorohan disse...

Gostei da nostalgia, da serenidade e da elegância das palavras.
A gente cresce e os sonhos mudam.

BeijooO*

Karen disse...

Adorei seu texto!!!!! Lindo........ São os nossos sonhos se transformando em desejos. E não há aquele que não deseje alguma coisa da vida.

Obrigada pelo comentário no meu blog em "Cactos"... é interessante nos distanciarmos e vermos algo corriqueiro utilizando-se de uma outra ótica.

bjsssss

Rafael disse...

Na realidade, todos temos um pouquinho de cada momento da nossa vida interiorizado em nós, sempre está lá, é só procurar.

Kakah* disse...

Mt bom o texto.
E totalmente a realidade.
mt bom mesmo.
gosteii. :DD

BJinhuss

Flá BH disse...

uau
adorei o texto
muito bom

Beijos

Multiolhares disse...

as meninas crescem, mas é bom quando conseguimos manter a menina mulher dentro de nós
Bj

Flor disse...

Que lindo texto. Nós temos tantos sonhos, mas também mudamos muito, estamos sempre com os pés em dois mundos..

Obrigada pela visita..

Beijo ;*

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Menina, mulher me identico com isso.
Linda postagem querida!
Beijos com carinho
Lady

Eduardo Medeiros disse...

Oi Juci.

Crescer é preciso mas o olhar de criança muitas vezes nos invade em pura nostalgia.

Adorei sua frase:

"A melhor sensação de felicidade é saber que a felicidade nos olhos do outro é a sua própria, e que o melhor sonho do mundo é planejar morar em tal olhar'

Como é difícil o outro nos ver como nós mesmos nos vemos...

abraços e parabéns pelos textos.

Denise Portes disse...

A criança que mora em nós é eterna...
Beijo
Denise

Lady Me disse...

Amei este texto e revi-me tanto na menina como na mulher! Parabéns por escreveres coisas tão bonitas!!

Michele disse...

Oi, Juci!
Obrigada por sua visita! :)

Quanto ao seu texto, acho que todos temos a criança em um dos lados da nossa balança, buscando dar alguma cor e mais alegria às razões da nossa vida adulta! Perfeição é encontrar o equilíbrio entre a menina que sonha e a mulher que realiza!

Um beijo!

Vivian disse...

...desde que não deixemos morrer
a menina que vive em nós,
por que não alimentar a mulher
que busca a plenitude de ser
feliz em outras fases do viver?

belísssimo post!

bj, querida!

Edson Carmo disse...

Um texto lindo, verdadeiro, cheio de significado. De fato tudo o que olhamos é como espelho, um reflexo de nós mesmos. O Apostolo São Paulo disse: “Tudo é puro para os puros... Tudo é impuro para os impuros.”

Os sentimentos estão em nosso interior, as coisas, as pessoas no exterior apenas o revelam.

Muito bom seu post, parabéns!

Beijos,

Edson Carmo

Renato Hemesath disse...

E faz todo o sentido. Gostei muito deste trecho: "Na infância não sabemos que a ternura no olhar do outro é nossa (...)". É interessante pensar que realmente é fundamental que tenhamos tido, um dia, esta ilusão. Pois é a partir dela que podemos entrar em contato com nosso potencial de criadores, ainda primitivos.

Bjos.

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

BELO TEXTO!!!AMO TUDO QUE O BIAFRA ESCREVE...E A IMAGEM ESTÁ BELÍSSIMAAAAAAA!!!SAUDADES DE NAVEGAR NESTE SEU CANTINHO CHEIO DE MAGIA E AMOR!!!BEIJOS MENINA LINDAAA!!!