sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

É muito bom saber que você é meu amigo!

Vou contar a vocês uma história interessante que tem início aqui no Compromisso Com O Acaso. Em janeiro do ano passado comecei a postar aqui meus pensamentos, minhas inquietações, opiniões e gostos, e no perfil coloquei um pouco do que sou e faço e me coloquei a disposição de quem se interessasse pelas mesmas coisas ou sofresse de um problema que carrego desde a infância e com o qual convivo até hoje, só que agora mais consciente e familiarizada com a situação. Eu sofro de um tipo de depressão muito cruel e de múltiplas manifestações (TOC, Síndrome do Pânico, Bipolaridade, Amnésia temporária entre outros). Mas, confesso sem modéstia que sou uma pessoal especial e forte, e o que me fez forte foi exatamente as crises de completa fraqueza. É característico de pessoas assim como eu terem em si muitas habilidades, e comigo não é diferente, sempre fui meio prodígio, porém, sempre interrompida de forma brutal por crises. Mas, voltando ao que estava contando; ontem fez um ano que conheci um rapaz muito competente profissionalmente que gostou do que leu e entrou e contato comigo. O nome dele é Davi Wood e já postei em homenagem a ele por aqui, nos tornamos bons amigos, aqueles de rir e chorar juntos. Ele me lembrou que ontem faz um ano que conversamos. O Davi é psicólogo e professor em uma faculdade, já passamos horas a fio conversando sobre temas acadêmicos, como também sobre banalidades e em muitas oportunidades apesar da distância ele foi e é meu analista, ou um par de olhos que me lê com calma, paciência e interesse. Alguém que eu sei que está lá, ou aqui quando eu precisar, e não pelos problemas e ajuda, mas pela amizade em si que já se fez necessária. 


Isso me faz pensar em como nós seres humanos somos capazes de interação, de comunicação, de sensibilidade. As nossas palavras sejam ditas ou escritas, depois de lançadas estabelecem pontes que nos fazem sentir menos solitários nessa jornada inevitavelmente individual e única que é a vida de cada ser. Em uma das nossas últimas conversas o meu amigo em questão fez a seguinte indagação_ Juci, será que as pessoas que lêem os posts chegam ao menos perto da sua realidade?
Talvez vocês possam nos responder tal pergunta. Talvez agora em contato com novas informações me leiam diferente. O que sei é que como toda obra de arte é menos importante o que artista coloca do que o que a obra provoca nos que a contemplam. O que eu sinto sobre mim mesma é uma contínua superação, que se dá a cada vez que a alegria invade minha tristeza, e por isso eu supere tanto, supere demais, muitas vezes em um mesmo dia, uma dia após o outro, ano após ano. Eu vivo recomeçando sem perder o que do passado ainda me serve, e fazendo um esforço enorme para não perder nenhum presente que o presente me dá, ainda que algumas vezes o máximo que desejo é conseguir acreditar no futuro, no próximo segundo, como se me desistisse a cada respiração. Mas nunca fui vencida, e devo isso às surpresas que a mim se apresentam, porque estou atenta!
Por isso hoje quero agradecer a todos os amigos aqui presentes simbolizados hoje por Davi que brinda comigo a vida, a amizade!

17 comentários:

Ingrid disse...

Juci querida,
a vida tem incontáveis surpresas..
linda estória..
beijos..
tem selinho de gratidão pra ti lá no blog..

Mila Lopes disse...

Olá amiga!

Amizades "virtuais" exitem, tive uma amiga(tenho) há dois anos, mas a pouco tempo ela sofreu um acidente, está em coma faz mais de três meses, sofro muito...eramos só nós duas...nem amigos pessoalmente eu tinha, nem ela...a gente ria, chorava juntas...
Acho que vc entende minha dor, porq ama seu amigo...Felicidades pra vcs, uma linda amizade por longos anos.

Bjs linda

Mila

Parole disse...

Parabéns pela amizade.

É muito bom saber que tem alguém que nos lê com calma e paciência, porque gosta da gente.Eu nunca estabeleci uma amizade assim na net.Gostei de saber que existe...

Beijo e tenha um ótimo fds.

Néia Lambert disse...

Juci, fiquei lendo seu texto e pensando nas pessoas importantes que também entraram na minha vida através do meu blog. Posso dizer que hoje vivo muito mais feliz, realizada, por ter encontrado alguns que hoje são luz na minha vida. Que bom que vc também encontrou um amigo.
Beijos

Zil Mar disse...

Brindo com vc querida...Tim Tim...

Vc se tornou ainda mais querida...

Consegue entender pq o nome do meu blog é...recomeçar...?


bjos e meu carinho sempre!

Zil

manuel marques disse...

A falta de amigos faz com que o mundo pareça um deserto ,bem haja querida amiga.

Beijos meus.

Por que você faz poema? disse...

Também tenho hora marcada com o acaso.

Multiolhares disse...

eu costumo dizer que por vezes encontramos na blogosfera amigos e afinidades com pessoas mais fortes do que temos com seres que vimos diariamente, que a vossa amizade se possa perpetuar.
Bj

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga Juci.

Adorei seu texto. Você compartilhou conosco... Muito obrigada.

Certamente o Davi é uma pessoa muito especial, tanto quanto você.

O ser humano é uma mistura de muitas coisas, que diferem das muitas coisas dos outros.
Você é singular.

Agradeço-lhe pela honra da sua visita. Fico muito feliz com essa conexão, amiga.

Beijos no coração.

Úrsula Avner disse...

Oi Juci,

agradeço sua amizade , seu carinho... Bj grande com minha admiração.

Úrsula

Fátima disse...

Oi Juci! :)

Eu a compreendo querida, muitas vezes eu me sentia ingrata por nunca estar satisfeita tivesse o que tivesse e o porquê da tristeza sem razão... Somos todos únicos e especiais mas também somos muitos semelhantes. Eu assim que comecei a ler-lhe identifiquei-me logo com as suas palavras. Acho que não tenho nenhum distúrbio (nunca me diagnosticaram) mas explicaria muita coisa.
Gostei da partilha que fez connosco, foi preciso coragem e confiança para o fazer, e admiro-a ainda mais por isso.

Beijo de luz no coração

Sandra Botelho disse...

Que linda hitória querida...Um brinde a amizade.
Bjos achocolatados

Irina disse...

O Pétalas tem um desafio, aceitas?

Mil pétalas...

Yasmine Lemos disse...

Deixando meu carinho e amizade para vc
grande beijo!e um dia de luz!

Malu disse...

Eu penso da seguinte maneira, quem escreve escreve para alguém, para espalhar ideias, para deixar o coração leve, por vários motivos.
Um dos motivos é partilhar esta história muito bonita e cheia de sentimentos.
Temos sim, aqui como na vida real,todo tipo de amigos, aqueles que nos dão uma passadinha de olhos e aqueles que se deliciam com que postamos.
Eu li teu texto com muita calma.
sorvendo cada palavra.
Abraços

Bé* disse...

Este texto foi dos que mais me tocou. Um beijinho enorme querida!

Maria Emilia Xavier disse...

Eu vivenciei o que vives hoje, mas foi acabando e nós nem nos apercebemos e nem mesmo sabemos porque. Mas, isso não importa, importa que existiu, foi muito bom, me ajudou demais a entender um monte de coisas e me deixou lembranças lindas e ensinamentos que uso até hoje.