quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Lendo-me em Lispector - Parte I

Postado por: Juci Barros


Caros amigos; ontem acabei de ler o primeiro livro do ano; A Paixão Segundo G. H. de Clarice Lispector.. Pretendo no mínimos doze, um por mês. Eu sou apaixonada pelo estilo dela, há os que digam que o meu se assemelha ( que honra!), é narrativa, crônica, filosofia... tudo junto. É como o pensamento que sai divagando sem muitos critérios, são sentimentos bem vivos, quentes. A base da escrita é a reflexão sobre a existência, sobre sentimentos, sobre o que há de belo não apenas nas virtudes, como também nos defeitos do que é ser humano, ou seja, até o lado desumano é humano. Somos completos e ao mesmo tempo somos uma busca infinda. Temos um nome, iniciais_ G. H. _ mas sobre tudo temos um refletir sobre o que é ser o que somos, e tentamos desesperadamente explicar o que inevitavelmente nos toma e acaba por dirigir nossas ações; a Paixão.

Citarei alguns trechos da obra como um presente à vocês, e mesmo um incentivo a conhecer melhor a autora. Certamente fará diferença em vossas vidas assim como faz na minha:


"Por enquanto o primeiro prazer tímido que estou tendo é o de constatar que perdi o medo, do feio. E essa perda é de uma tal bondade. É uma doçura.
Quero saber o que mais, ao perder, eu ganhei. Por enquanto não sei: só ao me reviver é que vou viver."





"Por um instante, então, senti uma espécie de abalada felicidade por todo o corpo, um horrível mal-estar feliz em que as pernas me pareciam sumir, como sempre em que eram tocadas as raízes de minha identidade desconhecida."


" A liberdade é um segredo. Embora eu saiba que, mesmo em segredo, a liberdade não resolve a culpa. Mas é preciso ser maior que a culpa. A minha ínfima parte divina é maior que a minha culpa humana. O Deus é maior que minha culpa essencial. Então prefiro o Deus, à minha culpa. Não para me desculpar e para fugir mas porque a culpa me amesquinha."






" Na verdade era o grande prazer de um não ser o outro: pois assim cada um de nós tinha dois."


 " Cansada de quê? Que fizemos nós, os que trotam no inferno da alegria? Há dois séculos que não vou. Da última ver que desci da sela enfeitada, era tão grande a minha tristeza humana que jurei nunca mais. O trote porém continua em mim. Converso, arrumo a casa, sorrio, mas sei que o trote está em mim. Sinto falta como quem morre. Não posso mais deixar de ir."




 


" Ouve, por eu ter mergulhado no abismo é que estou começando a amar o abismo de que sou feita."














" Pois prescindir da esperança significa que eu tenho que passar a viver, e não apenas me prometer a vida(...)
E eu tenho. Eu sempre terei. É só precisar que eu tenho. Precisar não acaba nunca, pois, precisar é a inerência do meu neutro. Aquilo que eu fizer do pedido e da carência_esta será a vida que terei feito de minha vida."




"Pois ser real é assumir a própria promessa: assumir a própria inocência e retomar o gosto do qual nunca se teve consciência: o gosto do vivo."










"Ah meu amor, não tenhas medo da carência: ela é nosso destino maior. O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça_que se chama paixão."




Referência Bibliográfica: LISPECTOR, Clarice. A paixão Segundo G. H. Ed. Scipione Cultural.1996. Madrid. Espanha.

Nota: Agradeço ao meu namoradinho , responsável por me proporcionar a releitura da obra me emprestando o exemplar. (Juci Barros)

44 comentários:

Everson Russo disse...

Clarice Lispector realmente é uma escolha excelente...beijos de bom dia pra ti querida.

Maria Janice disse...

A existencialidade sempre mexeu comigo, desde pequena. Então, quando conheci Clarice, foi amor à primeira vista na minha vida.Excelente escolha, querida!
beijo carinhoso, e um excelente 2011!

ValeriaC disse...

Clarice é maravilhosa mesmo...quanta beleza, profundidade e sensibilidade encontramos em suas palavras...
Tenha um adorável dia amiga...beijos
Valéria

Juuh Nascimento disse...

Clarice sempre nos surpreende a cada obra sua
que conhecemos. Esse livro ainda não li, mas poderei conhecer seus
pequenos trechos através de vc :)

Bjss

Colecionadora de Silêncios disse...

Querida, belíssima postagem!
Clarice é maravilhosa! É, sem dúvida, a minha autora favorita! :)

Grande beijo pela merecida homenagem. :)

A.S. disse...

Bela, intensa, sensual... tuas palavras são doces caricias deslizando sobre e pele...

Beijos!
AL

Sandra Botelho disse...

Lindo post. até roubei algumas frases que ainda não conhecia.Amo Clarice.
Obrigado por compartilhar viu?
Bjos achocolatados

Luci disse...

Acho ela fenomenal.
Escrevia muito.!

Marcos Almeida disse...

Se você citar Camus e Sartre eu vou ter um ataque de nostalgia existencialista. Como sempre digo cada texto seu é uma comunhão, uma ceia de conhecimento com quem lê e quanto a mim após provar de teus encantos posso dizer me espiritualmente alimentado por tua farta mesa

Abraços.

Néia Lambert disse...

Olá, vim conhecer seu blog e me deparei com Clarice Lispector que eu adoro, gosto demais da autenticidade dela. Gostei muito daqui.
Beijos

ღPat.ღ disse...

Que post hein Ju?

Clarice Lispector é uma daquelas pessoas que praticamente todo universo se identifica... eu amo de paixão! Adorei teu post...

Beijão linda!!!


P.S.: é nos bastidores que a conversa é mais gostosa... hehe bom que curtiu. Beijão linda.

Ana SS disse...

Ai, que bela missão a sua....assino embaixo!
Clarice é minha musa.

Ira Buscacio disse...

Vc nos oferece Clarice, que gentil!
Obrigada.

Bjs e bom fds, com paz

Isabelle. disse...

Lispector é demais..
Não é possível que exista alguém que não se identifique com ela! :)

Dama de Cinzas disse...

Adoro Clarice porque ela diz verdades de uma forma encantadora!

Beijocas

Ives disse...

Td que é fenomenal cai no gosto de todos, simples e real, abraços

M. disse...

Não vou comentar o post. Por hora.

Estive a bisbilhotar...E o teu elogio tornou-se bem maior depois de ver o que aqui fazes...

E gostas do princepezinho...!!!!!LOL

tens algum defeito?

ONG ALERTA disse...

Um livro maravilhoso, beijo Lisette.

Nina disse...

Obrigada amoree!

Bjos

Mariani Lima disse...

Oi, Juci.
Vim agradecer sua visita e comentário lá em meu blog.
Gostei do que li aqui e vou ficar seguindo.
Volte mais vezes para trocar idéias lá no blog, mesmo e sempre que suas idéias sejam divergentes.
Fique com Deus.

Leo disse...

Esse é o meu preferido de Clarice, preciso reler urgentemente!

Beijos!!

'Lara Mello disse...

Cada frase linda.. Bju!

IsaBele disse...

Clarice é Deusa!

Ótimo início de ano estás tendo...

Bjo!

Vivian disse...

...Juci querida,
se ainda não leu, leia
a "Hora da Estrela".

Clarice dá um banho
de emoção nesta obra!

bj

Flor de Lótus disse...

Oi,Juci!Te confesso que sou meio traumatizada com Clarice só li a hora da estrela e a única coisa que lembro é que morri de pena da pobre Macabéia, pretendo ler algum outro livro dela ainda esse ano,já uqe na blogosfera falam tanto dela.
Muito bonito os trechos q tu escolheu.
Beijosss

Michele disse...

Essa mulher me decifra por quase sempre ...

Inercya disse...

Ja li umas coisas dela e não achei tão extraordinário como dizem. É bom, mas... enfim
:*

Nina disse...

Farei de tudo para tentar realizá-lo mas uma pessoa só não consegue. Acho que cada um deve fazer sua parte.

Franck disse...

Clarice é minha preferida e 'A paixão segundo GH' é um dos que amo!
Bjs*

Eu .. disse...

Olá Juci..
estou a bisbilhotar teu cantinho, eencata-me o que vejo ...

volto com mais tempo para ler-te minuciosamente...

1beijo meu'.

Tania T. disse...

To louca pra esse livro de Clarice!!

=D

bjooo

Jeanne disse...

Maravilhoso. Difícil eleger uma frase que cale mais na alma nos escritos de Clarice Lispector.
É uma das minhas preferidas.
Beijos

Michele disse...

Lispector é mesmo maravilhosa e parece sempre falar por nós!

Trechos muito bem escolhidos!

Beijo grande!

LadyBüg disse...

gostei :)

sii somos nos *.*

Elayne disse...

Juci,
Você é sempre uma querida quando visita meu blog. Parabéns pelo seu "compromisso com o acaso".
Em minha opinião, Clarice não é uma escritora fácil de ser lida, é intensa...
Juci, eu adoro ver exposições e em dezembro de 2009, tivemos em Brasilia a mostra Clarice Lispector – A hora da estrela, no Centro Cultural Banco do Brasil, eu particularmente fiquei decepcionada, penso que ela merecia coisa melhor.
Beijos

Vanessa Souza Moraes disse...

Grandioso livro.

http://vemcaluisa.blogspot.com/

Poeta del Cielo disse...

hermoso as letras de clarice... as que vc nos deixa leer agora tudas con muita verdade y muito sentimento... lindo demais

saludos
otima semana
abracos

Sônia Silvino disse...

Juci querida!
"Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo; a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará jamais."
Mario Quintana
Pensando assim, vim te visitar e ler as novidades!
Deixo muitos beijos, abraços e um carinho imenso!
Bom domingo!
Beijos!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas & um só coração!

Flor disse...

Adorei os trechos que vou colocou (: Mas serei sincera, não sou muuuito fã de Clarice.. Ainda assim, seu post está ótimo :B
Beijo enorme :*

Yasmine Lemos disse...

Viva Clarice! perfeita .
beijo e uma otima semana pra você

Denise disse...

Juci, é a primeira vez q te visito e adorei seu blog. Clarice Linspector também me encanta, ela é ao mesmo tempo profunda e poética em suas análises. Te convido para visitar meu cantinho. Muita paz!

C. disse...

sempre me encontro aqui
linda semana
palavreando sempre ;)
bjos

Renato Hemesath disse...

Ah a leitura deve ter sido encantadora mesmo! ótimas citações e muito propício para se pensar que a liberdade é maior que a culpa. ^^

Beijos

Cida disse...

Realmente Clarice é única!

Obrigada por compartilhar conosco essas tão lindas citações.

Beijoooooo

Cid@