terça-feira, 16 de novembro de 2010

Encontros são feitos de procuras

Sobre as coisas que não falo escrevo. É como se para tirá-las de mim ou fazê-las minhas de fato e por completo. Sou assim porque não sou de meias palavras nem de metades. Sou inteira. Não quero por perto quem não se define e não sabe me ter assim... definitiva. Mas se as pessoas não se dão não as culpo, tenho para com elas o nobre gesto de deixá-las. Faço-as mais livres e mais leves que antes.
É certo que sofro dentro da confusão que se dá em faltas, quando procuro e não acho. Quando procuro. Quando ainda procuro...
Sou tão inteira que os meus problemas físicos se fazem emoção e vice versa: menos alguém mais uma dor, uma falta que em mim se faz parte. Me afeta e aflige a vida que não tivemos e mais uma etapa se encerra na esperança de acertos que nascem da dor de cortes. O meu melhor onde posso deixar?! É para o seu melhor que existo, mas melhor ainda não sou enquanto ainda procuro...
Meus grandes medos que dobro cabem no meu coração aberto, e quem lá visita me distrai, e quem lá mora me protege, e quem de meu coração se faz é coragem de encontrar e continuar novas procuras. E é por isso que por enquanto ainda procuro...
Tem dias em que acordo procurando o ontem para renovar felicidade. Em outros a felicidade vem em forma de presente e o ontem vai embora. Mas há também os dias em que a felicidade não vem e ontem feliz é a dor de agora. Porque o ontem não mais existe. Mas a minha condição para eu ainda existir é que... ainda procuro...
O meu amanhã o ontem não me levará. Só me perco em quem se dá. Preciso de tempo e de espaço para as minhas procuras que se dá no nós de duas pessoas, que se multiplicam em corpos e almas que se confundem, não como simples metades, mas, como complexos inteiros que cada vez mais se conhecem e que jamais desistirão da novidade que serão amanhã.

27 comentários:

*Mi§§ §impatia* disse...

E as procuras se juntam.....e tudo fica perfeito.......
Beijos.

Ana Paula disse...

"Tem dias em que acordo procurando o ontem para renovar felicidade. Em outros a felicidade vem em forma de presente e o ontem vai embora. Mas há também os dias em que a felicidade não vem e ontem feliz é a dor de agora." - Amei! Você sempre faz com que eu me identifique com seus posts. *-*

http://caixinha-de-tudo.blogspot.com

Aleatoriamente disse...

Gostei do teu post.
Profundo, sincero, inteiro.
Sabe querida?
Ás vezes alguns precisam se ocultar, para refletir, entender.
Outros já precisam se doar mais está lado a lado.
Nem sempre os atos precisam de público, mas ás vezes precisamos de palavras que servem como colo, um carinho, um abraço.
Entendo você.
Bom te ler.

Beijinho.
Fernanda.

Mila disse...

Olá linda!
Também sou assim, sobre as coisas que não falo escrevo, daí a idéia de um Blog...
Adorei seu texto!
Parabéns!
Bjs
Mila

Isabelle. disse...

Seu post me descreveu no dia de hoje!
Muito lindo! :)

Sonhadora disse...

Minha querida

gostei do que li...demontra uma alma sensível.

deixo um beijinho
Sonhadora

Ana SS disse...

Se perder é preciso...para encontrar depois.

Maria Janice disse...

Que venha o amanhã, porque o feliz de ontem, hoje é dor. A melhor parte disso tudo: a dor dissipa, e somos felicidade quando nos percebemos melhores a partir daquela dor. Paradoxal, mas muitas vezes é assim.
beijo querida.

'Lara Mello disse...

Me identifiquei com esse texto..Bju!

Dama de Cinzas disse...

Uma frase no seu texto me chamou a atenção. Que fala sobre quem não se define. Odeio que não se define, que não toma uma posição, é isso ou aquilo. Esse tipo de gente quero bem longe!

Beijocas

Bé* disse...

Já estava a sentir falta dos seus textos! Mais um sentido e muito bom de ler.

beijinho

manuel marques disse...

"Depois de ter procurado sem encontrar, acontece encontrar sem procurar."

Abraço.

Zil Mar disse...

Muito interessante seu texto!!!

Bem escrito...e descrito!

Adorei!

Foi muito fácil me identificar com suas palavras...

bjos querida escritora!

Zil

Flor disse...

Minha procura é interna, pra me encontrar e me aceitar.
Quando descobrir minhas profundidades - quem mandou ser intensa - parto em buscas externas, pra entender o próximo!
Beijo enorme ♥

Valéria Sorohan disse...

A solidez da relevância. Perfeito.

BeijooO'

Marcos Almeida disse...

Espero que estejas bem

Saudades de ti.

Sou como você, só me perco em quem se dá.

Abraços do amigo

Franck disse...

Tbém sou sei ser inteiro...
Um bom fim de semana!
Bjs*

Kakah* disse...

Ooiiii :D

Desculpa ter sumido :S
Mas voltei e voltei logo em um texto maravilhoso. gostei mt!
Parabéns.
Continue assim.

BJinhuss

Eduardo Medeiros disse...

adorei o texto mas principalmente o título.

abraços

Paulinha disse...

Concordo..

Os encontros são feitos de procura...e se não procuramos por medo de perdermos depois que acharmos...aí é que estamos perdendo..perdendo a oportunidade de buscar!

Buscar e arriscar sempre! este é o segredo da vida...se vamos nos frustar..nos arrepender depois..isto é algo que nem vale a pena pensar agora!!


Beijos.

Sandra Botelho disse...

belo texto...As vezes nos perdemos nas palavras...mas nos achamos na escrita...
Bjos achocolatados

Fátima disse...

Oi Juci!

Muito verdade, muito sentimento em tuas belas palavras. E como já disse uma vez, me identifico um tanto daqui e dali com o que escreves.

Beijos (ando sem muito tempo p/ o virtual, a vida real esta me acupando demais!).
Beijos
Boa semana

evanirgarcia disse...

Olá!!estou aqui em seu blog ..
Vim do blog do amado Everson ..
E na verdade nunca vi tanta beleza
suas postagens são bélissimas .
O Everson é meu anjo menino
recomendou seus amigos para mim.
Estou seguindo seu blog e convido a seguir o meu.
Hoje é um blog Natalino mais em janeiro volta ao normal.
www.fonte-amor.zip.net
Um beijo carinhoso conto c/ sua amizade
pois a minha vc ja tem,Evanir
www.fonte-amor.zip.net

Altamirando Macedo disse...

Te procurei só. Para te dar um cheiro. Que bom!...

João disse...

Uauuuu
belíssimo

Abrçs

João;

João disse...

junçoes perfeitas.
Abrçs

João;

Sr. Reticente disse...

Gostei! Legal!

Ótimo meio de semana!