domingo, 23 de maio de 2010

Pablo Neruda

8 comentários:

Renato Hemesath disse...

Estes versos dele são lindos, parece que de algum modo sabemos como é sentir-se assim, ainda que a experiência não seja a mesma!

Beijos!

Joana Carvalho disse...

obrigada qerida *.*

Amélie™ disse...

Neruda dispensa comentários.
Arrepia-me tais versos! Sinto-me em sua pele...
Amei!
BjO*

*lua* disse...

Entre tantos dissabores e afirmativa ... "talvez te queira" acho que nossos sentimentos mais profundos funcionam como alavancas para alcançar o até impossível! acreditar sempre, amar sempre!

Lindo Juci lindo ... ótima semana para ti e meu abraço apertado!

ღPat.ღ disse...

Belo poema de Neruda!
Excelente escolha minha linda.

Não sou eu dançando, meus vídeos parei de postar para colocar só no site de dança que está sendo construído. Vou gravar aulas para postar. É uma parceira de dança amiga minha.

Deixo um beijo especial.

Eduardo Medeiros disse...

Oi Juci, tudo bem? Vi teu comentário lá no Altamirando e vim conhecer teu blog.

Depois eu volto para ler com calma, ok?

abraços

Amapola disse...

Boa noite, linda!
Bela escolha...

Um grande abraço.

Valéria Sorohan disse...

Neruda foi uma linda escolha, dispensa tradução é um poeta universal.

BeijooO'