domingo, 9 de maio de 2010

Os filhos das mães

A primeira coisa que somos logo ao nascermos é filhos da mãe. Eu nunca entendi o uso incorreto da expressão. Eu me orgulho muito de ser filha da mãe, da minha mãe! Acho que o responsável pela distorção não teve mãe dessas de verdade, com afagos em mãos e palavras e repreensões. Nem sei quem sou direito, mas sei com convicção que sou filha da mãe.
Quero um mundo cheio de filhos da mãe, tantas são as mães que precisam deles; mas os filhos das mães não as abraçam, e até as esquecem... ignoram o fato de serem filhos de suas mães e são só filhos.
Particularmente estou frágil, sensível, e de todas as coisas que posso ser, a que mais me consola e me realiza é ser filha da mãe... da minha mãe.

5 comentários:

Amélie™ disse...

Sou mãe, e claro, também filha da mãe. Muito bom o texto, a reflexão.
BjO*

D. R. disse...

Sou filha da minha mãe... :)

Gostei.

beijinho*

Helga disse...

Realmente não faz sentido nenhum, essa expressão. Parabéns pelo dia da mãe! Aqui foi no passado dia 2.

Deixei um miminho para ti a no meu outro blogue (Planícies da Memória).

Beijinho :)

Sil.. disse...

Sou mãe, e tbm filha da mãe.

Juci, realmente uma bela reflexão.

Um abração!!!!

pablorochapoesias.com disse...

Viva os filhos da mãe! Belo texto cheio de verdade!

Beijos!